quarta-feira, 29 de abril de 2015

Sonhar Sempre!



Sonhos. Nunca podemos deixar de tê-los.
Não apenas sonhos a realizar, mas sonhos gostosos para se sonhar.
Na minha adolescência fui uma garotinha muito sonhadora, imersa em um mundo cheio de filmes, livros, poesias e músicas românticas. Ia caminhando para a escola cantando a trilha sonora de Fantasma da Ópera. Recitava poesias de Fernando Pessoa em saraus. Cantava para a escola inteira no mesmo. Tinha contos publicados em livros e ganhava prêmios pela boa escrita. Namorava sempre como se fosse pela primeira vez.
Gastava horas divagando. Horas queridas e gostosas, materializadas em criatividade e bons momentos! Eu era apaixonada pelo próprio amor e suas faces. Música, Teatro, Desenho, Poesia, Literatura, Dança, experimentei um pouquinho de tudo e não abdico de nenhuma Arte. Todas são maravilhosas. O simples sentimento de amar é capaz de embelezar qualquer coisa, e cada ação minha continha um pouquinho de sonho.
Quando crescemos, tudo isso muda. Nosso livro da vida está mais cheio, contém histórias de alegrias, tristezas, amores perdidos, amizades maravilhosas e amizades que ficaram para trás, mas que também não esquecemos. Envoltos em rotina, estudamos, trabalhamos, cuidamos de casa, cuidamos da gente. Vamos à médicos, nutricionistas, academias, adotamos rotinas melhores para a nossa vida. Mas enchemos tanto os nossos dias que nos esquecemos dos nossos sonhos. Das coisas que nos dão mais prazer. De repente, não faz mais sentido sentar e escrever. Ler livros sem hora pra terminar. Ver filmes para chorar. Não dá tempo, e o pouco tempo que temos tentamos descontrair com uma bobagem.
Os sonhos são descontrações gostosas também. As vezes até eu me esqueço disso.


Hoje o que eu quero é recuperá-los, pois esses sonhos compõem a minha essência. Estou perdendo-a aos poucos, e tentando resgatá-la em singelos momentos de mim: no silêncio da noite acender velas, incensos, ouvir músicas gostosas, dançar, rodopiar, escrever, tomar uma taça de vinho, ler um bom livro. É preciso resgatar as minhas paixões, é preciso se dar ao luxo de ter singelos e prazerosos momentos em cada dia. E nunca perder isso.
E você, quais são os sonhos que te dão mais prazer?



"Eu não sou uma sonhadora. Só devaneio para alcançar a realidade" (Clarice Lispector)

2 comentários:

Mare Soares disse...

Também quero parar um momento e, ao invés de fazer planos para o futuro, começar a sonhar com o futuro. Planos são legais, mas não são como sonhos. Sonhos falam mais sobre nossas almas. :)

Moacir Willmondes disse...

sonhos são esboços da alma. Depois a gente vai colorindo...

Agradável expressão, a tua, Mare.